#testemunho: Entusiasta pela vida, apaixonada pela natureza, sustentabilidade, adora cozinhar, a Ângela é a autora do projeto @atreve.te.a.ser.feliz 😊

⁠Conhece a Ângela e o seu lifestyle saudável.

Qual é a tribo alimentar com que mais te identificas?

Normalmente respondo que pertenço à Tribo da Comida de Verdade. Escolho ter uma alimentação baseada em produtos frescos locais, sazonais e biológicos. Garantindo os nutrientes e vitaminas na sua plenitude. Não sou fundamentalista, mas privilegio dar à minha família, alimentos vindos e criados na Natureza. A preocupação com a alimentação dos meus filhos foi crescendo à medida que a família também foi crescendo e as mudanças foram acontecendo gradualmente. Hoje em dia, optámos por fazer ao longo da semana, quatro refeições Plant based e três refeições de fontes de origem animal (ovos, carne, peixe). Mas existe sempre sopa no nosso frigorífico, fruta na cesta, pão no nosso forno e um bolinho saudável para o domingo.

O que é que mais te inspira na alimentação saudável?

O facto de não estarmos constantemente a aceitar/ comprar e posteriormente deitar as embalagens para o lixo, embora grande parte delas possam ser recicladas. Acredito que se conseguirmos selecionar e fazer este primeiro passo, simplifica, em muito a nossa vida. E o que mais queremos é simplificar o nosso dia a dia.
Por isso opto por comprar só o que é necessário. Faço todos os produtos para a minha limpeza da casa e higiene da minha família, recorrendo a matérias primas naturais.

Quais foram os principais desafios na adoção de uma alimentação saudável?

Para a minha família não houve grandes desafios. A alimentação Saudável sempre esteve bem presente nas nossas vidas. Tanto eu como o meu marido possuímos exemplos familiares sólidos do que é confecionar uma boa refeição para a família. A alteração mais significativa que efetuamos foi a diminuição da quantidade de carne que ingerimos e a qualidade da mesma. Optamos por comprar carne nacional de origem biológica, assim como, o peixe que compramos é capturado nos nossos mares. Frutas e Legumes, nem será necessário dizer, que são a base das nossas refeições diárias e snacks que os miúdos levam para a escola.

O que recomendarias a quem quer começar um lifestyle saudável?

Eu recomendo apenas que façam escolhas conscientes. Segundo a Teoria dos 21 dias, o ser humano precisa de, no mínimo, 21 dias constantes para mudar um hábito. Assim, recomendo que neste período de tempo, escolham as alterações que querem fazer, procurando alternativas saudáveis e respeitando o vosso tempo e corpo. Estabeleçam etapas/ fases, para começar, seja reduzir o uso de embalagens, introduzir compras a granel, reduzir o consumo de produtos de origem animal, elaborar os vossos produtos com matérias primas naturais, entre outros. O importante é encontrarem alternativas que consigam colocar em prática. Se vierem complicar a vossa vida, não é sustentável. Mais vale concentrarem-se em alternativas que são funcionais no vosso dia a dia e mantê-las a longo prazo.

O que mudou em ti por causa do lifestyle saudável?

A forma de ver a vida e viver a vida. Dou atenção ao que realmente importa. À nossa família, amigos, viver no momento, privilegiando o contacto com a Natureza.

Na Clevermeals acreditamos que nunca houve um momento em que o que comemos dissesse tanto sobre quem somos, sobre o nosso ponto de vista ecológico, ético e até sobre o nosso lifestyle.

A temática “Sustentabilidade” nunca foi tão falada como na atualidade. Mas se pensarmos um pouco, na altura dos nossos avós, não se falava em sustentabilidade, mas praticava-se. Não havia desperdício alimentar, faziam-se trocas de bens alimentares quando havia abundância. Usavam-se matérias primas como o bicarbonato e o sabão azul e branco para limpeza da casa e roupa. Tinham uma alimentação de base mediterrânea, sazonal e local, produzida pelos próprios e pelos vizinhos. Hoje, tentamos alcançar o que os nossos antepassados tinham, porque estamos a esgotar os recursos da Terra e apercebemo-nos que podemos fazer escolhas mais conscientes, sem grandes alterações nas nossas vidas, mas com um grande impacto no nosso Planeta.

O que inspira a tua vida? O que inspirou o projeto “Atreve.te.a.ser.feliz”?

O que me inspira na vida é ser feliz. É este o meu objetivo, viver conectada com a Natureza, consciente com as escolhas que faço para mim e para a minha família.
O Atreve-te a Ser Feliz, surgiu num momento de rutura. Com a loucura do dia a dia, checklists infinitas, filhos, casa, trabalho, esquecia-me de respirar! Até que um dia, tomei consciência que todos precisamos de respirar. De parar, de contemplar, de desligar, de sermos felizes… Comecei a partilhar na página do Instagram o meu estilo de vida e as pessoas identificaram-se. Sempre muito curiosas com as opções sustentáveis que partilhava, passei a fazer workshops e a dar aulas. Tirei um curso de Saúde Integral e tornei-me Natural Chef, foi uma jornada incrível que me permitiu ter uma maior consciência de como devemos alimentar o nosso corpo. Ambicionamos nos próximos tempos, finalizar a nossa casa na quinta para finalmente viver de acordo com as nossas ideologias e valores.

Quais são as 3 coisas que não podem faltar na tua vida?

Família e amigos. Estão sempre lá, nos bons e menos bons momentos da vida. Boa comida. Entenda-se que gosto de comer, não como de tudo, mas adoro um bom prato de comida de conforto.

Se o Planeta pudesse falar, o que achas que nos diria?

Onde é que vocês humanos têm a cabeça?

Como devemos descrever a Ângela?

Sempre soube que queria ser mãe, por isso, fui abençoada com 3 energéticos rapazes. Sou uma entusiasta pela Vida, adoro explorar, descobrir. Adoro o cheiro da natureza, andar descalça, mergulhar no mar… Adoro cozinhar, receber amigos, partilhar. Sou uma pessoa simples e gosto da simplicidade.

Discover Healthy. Get Clever!