#testemunho: Simpática, criativa e apaixonada por sustentabilidade, a Rita Tapadinhas é a autora do projeto @plant.a.choice 😊

⁠Conhece a Rita e o seu lifestyle sustentável.

Qual é a tribo alimentar com que mais te identificas?

Estou desde há dois anos a mudar ativamente a minha alimentação, com o objetivo de que se torne cada vez mais à base de plantas. Já não como carne há mais de um ano, mas ocasionalmente ainda como peixe ou alguns derivados (diria que são uns 5% da minha alimentação). Desta forma, se tivesse de identificar um grupo alimentar, diria que encaixo no flexitarianismo.

O que é que mais te inspira no lifestyle sustentável?

O que mais me inspira é, sem dúvida, a valorização de cada recurso ao máximo. O nosso impacto provém principalmente daquilo que consumimos e, por isso, se rentabilizarmos bem tudo o que temos (reduzindo o desperdício, nomeadamente o alimentar, reutilizando e reparando todos os objetos ao máximo, etc….), estamos no caminho certo para um estilo de vida mais sustentável. Com esta forma de estar, conseguimos também ser muito mais criativos e ter ideias que não teríamos doutra forma.

Quais foram os principais desafios na adoção de um lifestyle sustentável?

Acredito que o maior desafio é perceber qual o nosso ritmo de mudança, e aceitar que não vamos conseguir mudar tudo de uma vez. Estou neste caminho há mais de dois anos e ainda há muito que quero mudar. O importante é tentar fazer melhor a cada dia, e perceber que não vamos conseguir ser perfeitos. Em relação aos prós e contras, só consigo encontrar os primeiros. Com um estilo de vida mais sustentável, sinto-me melhor comigo mesma, dou muito mais valor àquilo que tenho, consigo poupar imenso e estou a diminuir o meu impacto ambiental.

O que recomendarias a quem quer começar um lifestyle sustentável?

Acredito que cada um deverá começar pela área da sua vida em que sente que é mais fácil mudar. Para uns será na área da alimentação (reduzir o consumo de produtos de origem animal, principalmente a carne); para outros será na área da redução de desperdício e consumo mais consciente; para outros será na área da energia (adotar fontes de energia renováveis em casa, andar mais a pé ou em transportes coletivos)… No meu caso, comecei por tentar reduzir os descartáveis e escolher produtos mais conscientes para a minha cozinha e casa de banho, depois seguiu-se a mudança na alimentação e redução do desperdício em geral (nomeadamente o alimentar), depois comecei a fazer compostagem e mudei as fontes de energia cá de casa, e assim fui continuando com mais mudanças…

O que mudou em ti por causa do lifestyle sustentável?

Mudou principalmente a minha forma de pensar em relação ao meu consumo e aos recursos à minha volta. Valorizo muito mais tudo aquilo que tenho e penso várias vezes antes de consumir algo novo. Isto permitiu-me expandir muito a minha criatividade, e encontrar usos e reutilizações para objetos que antes nunca teria pensado.

Na Clevermeals acreditamos que nunca houve um momento em que o que comemos dissesse tanto sobre quem somos, sobre o nosso ponto de vista ecológico, ético e até sobre o nosso lifestyle.

Acredito que aquilo que comemos pode ser um reflexo das nossas crenças e valores, mas é também uma herança cultural. No caso de um estilo de vida mais sustentável, fazer uma alimentação muito à base de plantas, por exemplo, é um dos pontos mais importantes. No entanto, na minha visão, é normalíssimo que seja uma mudança difícil de fazer. Assim, mesmo quem esteja ativamente a adotar um estilo de vida cada vez mais consciente ambientalmente, pode ainda não ter uma alimentação que seja perfeitamente o reflexo disso, pela tal herança cultural.

O que inspira a tua vida? O que inspirou o projeto Plant a Choice?

Embora tenha vários interesses, uma das coisas que mais me inspira é o contacto com a natureza. Ver tudo aquilo que o mundo natural tem e interagir com animais, são duas das coisas que mais gosto de fazer e que me confirmam o meu propósito. Foi principalmente a vontade de ajudar a preservar a natureza como ela existe que me fez começar o Plant a Choice.

Quais são as 3 coisas que não podem faltar na tua vida?

Diria que a primeira é o contacto com a natureza (nem que seja através da minha pequena horta na varanda, todos os dias), a segunda é a aprendizagem de coisas novas e a terceira é chá.

Se o Planeta pudesse falar, o que nos diria?

Diria que está na altura de pensarmos criticamente sobre aquilo de que realmente necessitamos para viver bem. Uma vida saudável e feliz não está assente no sobre-consumo e num uso inconsequente dos recursos naturais.

Como devemos descrever a Rita?

Desde pequena que gosto muito de fazer trabalhos criativos, tanto que dedicava muitas horas a fazer trabalhos manuais com tudo o que encontrava perdido por casa. Mais tarde, essa vontade de criar fez-me começar, juntamente com a minha irmã, uma pequena marca de vestuário feito à mão. Durante essa altura, desenvolvi a minha capacidade de costurar, que me é muito útil agora quando preciso de remendar alguma peça de roupa para a fazer durar mais tempo, por exemplo. Entretanto, fiz a minha licenciatura e mestrado, ambos em Gestão na Nova SBE, e comecei a trabalhar como consultora estratégica. Ao longo do meu tempo enquanto consultora, fui desenvolvendo a minha consciência ambiental e, em 2019, decidi criar o Plant a Choice, para partilhar aquilo que ia aprendendo sobre este tema. Este projeto começou com uma página no Instagram, e entretanto já inclui também um podcast e dois e-books, um deles com receitas anti-desperdício. No Plant a Choice consigo juntar a parte criativa, de que tanto gosto, com o tema da sustentabilidade que é muito importante para mim, e contribuir para um mundo melhor, espero.

Discover Healthy. Get Clever!