Com o período de férias quase em modo off, a mudança da rotina familiar está a chegar e com ele também a azáfama do início do ano letivo. Fique a saber mais sobre como redefinir hábitos e manter as rotinas em ordem.

Os períodos de férias escolares são particularmente entusiasmantes para as crianças, que ficam com mais tempo para brincar e fazer atividades às quais não podem dedicar tanto tempo durante as aulas.

É certo que as férias de Verão são sinónimo de diversão e flexibilidade por parte das famílias, pois de acordo com a idade, o número de filhos e os dias disponíveis, os pais tentam organizar os dias e as atividades de modo a que as crianças possam brincar, divertir-se e usufruir do merecido descanso rodeados de familiares e amigos.

Agora que chegou Setembro, é altura de redefinir as regras, planear os horários e as tarefas que cada um irá, por certo, facilitar a organização em casa e a manter as rotinas básicas em ordem.

A meu ver o essencial e mais importante passa por estabelecer uma rotina que seja funcional e possível de ser realizada para e pela criança.

Rotina Familiar

Rotina Familiar

São como uma base para as famílias, podendo ser consideradas como rituais para fazer as coisas de uma forma estruturada ao longo do dia.

É também uma forma de passar o tempo juntos, criar um vínculo afetivo mais estável e sem descorar os momentos de diversão

Sem as rotinas, a vida familiar pode ser um autêntico caos, por isso é necessário tê-las, porque, além do mais, todos os membros da família se sentirão seguros e com uma estrutura mais organizada. 

Existem diferentes tipos de rotinas e cada família fará com que a sua seja única e especial.

Existem rotinas diárias, semanais ou outro tipo de rotinas mais específicas.

Uma rotina diária familiar pode servir para conseguir que todos os membros da família estejam prontos pela manhã, para controlar a hora de usar o WC sem conflitos, saber a hora de deitar, a hora das refeições, etc.

Uma rotina semanal é aquela que serve para organizar, por exemplo, as tarefas domésticas, mais habituais ao fim de semana.

Incluir as crianças e jovens nestas tarefas familiares, de forma responsável e adaptada, é crucial.

E, por último, pode haver mais rotinas para momentos especiais como, por exemplo, o período de férias escolares, já que neste período também é importante para que o caos não se instale.

Considera-se que as rotinas familiares são ótimas e bastante necessárias para as crianças, e apresentam também grandes vantagens para os pais ou cuidadores.

Vantagens Da Rotina Familiar Para Os Pais

  • Ter mais tempo
  • Ajudar os pais a sentir que estão fazer a agir de forma correta
  • Ajudar na organização familiar e da casa
  • Diminuir o nível de ansiedade
  • Ajudar os pais a completar as tarefas de forma eficiente
  • Ajudar a resolver conflitos
  • Ajudar na tomada de decisão
  • Garantir alguma estabilidade e segurança

Tendo em conta os horários mais flexíveis das férias, é importante voltar à normalidade alguns dias antes do regresso às aulas.

Readaptar as rotinas irá ajudar a criança a adaptar-se aos horários do período escolar e a dormir as horas necessárias para estar bem-disposta e alerta durante o dia, aproveitando as inúmeras oportunidades para melhor se desenvolver.

Como já verificámos, o fim do período de férias é uma fase de grandes alterações da rotina e por isso deixo 3 truques para este Pré-regresso às aulas, de modo a facilitar esta transição.

Truques no Pré-Regresso Às Aulas

  • Ajuste os horários

Se a criança estava habituada nas férias a deitar-se tarde e levantar tarde também, é importante que gradualmente comece a realizar os ajustes a esse horário, até chegar ao horário pretendido.

Deve também substituir a brincadeira por atividades pedagógicas e de introdução ao ritmo escolar para que o choque não seja tão grande.

  • Converse com a criança

Conversar com a criança devia ser feito sempre que possível e não apenas em fases de transição.

No entanto, nestes momentos torna-se particularmente importante proporcionar uma abertura para que esta tenha oportunidade de se exprimir sobre as suas expectativas, desejos e medos, diminuindo os sentimentos de insegurança e dúvida.

  • Visite a escola

Visitar a escola ou apenas o recinto escolar, devido às limitações pela pandemia, é uma boa ideia antes de iniciar o ano letivo. É importante que tenha em consideração que será nesse espaço que a criança irá passar uma boa parte dos seus dias nos próximos tempos, quem sabe, anos.

Por isso, fazer uma visita à escola e ao espaço envolvente, caso seja possível, faz com que melhore a sua futura adaptação e ao mesmo tempo que desenvolva expectativas adequadas para a sua entrada.

A mudança de ritmos e os momentos de instabilidade fazem parte do percurso de vida de qualquer um de nós. Todos os momentos de vida da criança devem ser encarados não como um “quebra-cabeças”, mas sim como um mar de oportunidades.

A alteração das rotinas para a entrada na escola pode e deve ser aproveitada para o desenvolvimento da criança, permitindo que esta crie estratégias que lhe permitam lidar positivamente com as expectativas e a ansiedade nos momentos de mudança e aos quais se irá com certeza deparar no seu percurso de vida.

Por todos os motivos acima mencionados, faça parte integrante desta nova fase da criança e encare esta nova rotina com alegria e positivismo.

Resumindo…

Para além das rotinas apresentarem estabilidade, também ajudam a criança a regressar à normalidade dos horários após o período de férias. O fim do período de férias é uma fase de grandes alterações da rotina que, muitas vezes, leva os pais a perguntar como podem ajudar a criança a retomar o ritmo escolar. Neste artigo, deixo alguns benefícios e truques para melhor saber lidar.

⚡ Descubra mais atividades para fazer com os seus filhos, leia o nosso artigo Entre Histórias e Fantoches.

⚡ Fique a conhecer a importância dos livros nas crianças, leia o artigo Leitura Infantil.

truques-familia-clevermealsTruques Prá Família é um projeto de Sofia Rodrigues. Enfermeira de profissão, tem percorrido outros caminhos na área da educação, em estreita relação com as crianças e as suas famílias, dentro e fora do contexto clínico. O foco é a educação positiva, saúde escolar e boas práticas que direcionem para os hábitos de vida saudável.