Vegetariana

by | Aug 1, 2022 | Trending, Tribos

O artigo de hoje relaciona-se inteiramente com a Dieta Vegetariana. Fique a conhecer mais sobre a Dieta Vegetariana, a sua história e o que é o Vegetarianismo.

Descobrirá ainda quantos tipos diferentes de Vegetarianos existem, quais as vantagens para manter a boa forma e saúde, alimentos proibidos e algumas opções de receitas deliciosas e rápidas de preparar, perfeitas para o quotidiano agitado que levamos.

Tudo isto será abordado nas próximas linhas e as dúvidas que lhe restam serão esclarecidas.

A Clevermeals dá-lhe as dicas e ferramentas. Depois, só terá de as colocar em prática!

Quem segue uma alimentação vegetariana não consome nenhum tipo de carne, mas desengane-se se pensa que a alimentação vegetariana é muito restritiva ou que engloba poucos pratos saborosos, na verdade, as opções são imensas e muito variadas.

É muito fácil conciliar a alimentação e a boa saúde. Para isso basta seguir algumas regras simples ao escolher, combinar e cozinhar alimentos, satisfazendo na medida certa as necessidades nutricionais ao longo da vida.

Descubra a seguir, algumas dicas para manter uma alimentação vegetariana equilibrada e todos os benefícios desta tribo alimentar.

Quando falamos em Tribo Vegetariana, queremos basicamente dizer “sem carne ou peixe”.

Os Vegetarianos optam por eliminar toda a carne de sua dieta, geralmente por razões éticas, mas alguns deles, sentem-se confortáveis ​​em manter subprodutos animais, como o leite ou os ovos, derivados de origem animal. 

Algumas variações desta tribo incluem os Lacto-Vegetarianos, que adicionam os laticínios e os Ovo-Vegetarianos que adicionam os ovos, ou ainda os Pisco-Vegetarianos que adicionam o peixe à sua base Vegetariana.

A partir daqui irá entrar no lifestyle Vegetariano e quem sabe, não embarca nesta jornada que, mais do que uma alimentação saudável, tem por base o respeito inequívoco ao mundo animal e a proteção ambiental. 

Venha descobrir tudo sobre a Dieta Vegetariana. Conquiste a sua nova vida!

 

Sobre a História do Vegetarianismo

Se querem regime alimentar com história, acabaram de o encontrar. Muitos povos e grupos, séculos afora e nas mais diversas partes do globo, optaram por este estilo de vida.

Já terá de certeza ouvido falar do filósofo grego Pitágoras. E o que tem ele a ver com esta dieta?

Tudo, porque é considerado o pai do vegetarianismo ético. Comummente e antes do termo vegetarianismo, ouvia-se falar do regime pitagórico por isso mesmo.

O seu estilo de vida foi seguido por inúmeras figuras incontornáveis do seu tempo, nomeadamente Xenócrates, Platão, entre outros e as suas influências foram tão impactantes que chegaram até nós, até ao século atual. 

Importa ainda realçar que as colheitas ancestrais eram de vegetais e estudos revelam que as primeiras espécies humanas conhecidas, os Neanderthals, dada a análise das suas arcadas dentárias e da própria dentada (marca deixada pelo corte dos dentes nos alimentos), não desvendavam vestígios de ingestão de carne.

Eram, portanto, também eles Vegetarianos, comendo só raízes, plantas ou tubérculos. 

Para entendermos a longevidade do Vegetarianismo, teremos inevitavelmente de falar de religiões como o Hinduísmo ou o Budismo, com origens na Ásia, que desde a sua criação, seguiram sempre um modo de vida Vegetariano, onde os sacrifícios animais não eram permitidos. 

Prova de que o Vegetarianismo venceu os tempos, foi o facto de, já na era renascentista, o próprio Leonardo da Vinci, ser adepto desta dieta e desta forma de ser, estar, comer e pensar. 

Em 1847, era fundada a primeira Sociedade Vegetariana, a “Vegetarian Society” no Reino Unido, que tem vindo a definir os princípios pelos quais se rege este regime alimentar e que acabou por definir consistentemente o “Vegetariano” como alguém que pode ou não consumir lacticínios e ovos, sendo esta a compreensão que vigora predominantemente na atualidade. 

Por cá, em 1911 surge a primeira Sociedade Vegetariana de Portugal (entretanto extinta), mas os amantes deste lifestyle continuam firmes nos seus desígnios, adotando esta dieta sustentável, protetora e respeitadora da biodiversidade. 

Atualmente, a Associação Vegetariana Portuguesa visa promover a Alimentação Vegetariana como um estilo de vida saudável, amigo e ecologicamente responsável, que preserva não só o próprio bem-estar individual, como o bem-estar dos animais e a sustentabilidade do planeta.

De facto, constatamos que os próprios governos dos países de todo o mundo começaram de há umas décadas para cá, a desenvolver políticas alimentares mais rigorosas, com vista a baixar os impactos ambientais e a resguardar e salvaguardar os recursos naturais existentes. 

Tendência ou não, certo é que a Dieta Vegetariana está carregada de sabores, saberes e saúde: 3 S’s importantes e que tornam o mundo ainda mais amigo do ambiente.

Quer seguir este padrão alimentar? Venha saber mais sobre o Vegetarianismo, mas não se esqueça que a informação não prescinde a consulta de um nutricionista para que o regime que agora adota vá ao encontro das suas reais necessidades. 

 

O Que É O Vegetarianismo?

O vegetarianismo exclui, por definição, o uso e ingestão de todas as carnes animais, incluindo neste rol peixe e frango.

Uma vez que cada vez existem mais tribos alimentares, é natural que existam dúvidas quanto aos vários estilos.

Contudo e ao contrário do que muitas pessoas pensam, as pessoas que adotam este tipo de dieta não são todas iguais, existindo vários tipos de Vegetarianos. Sobre esse assunto, falaremos um pouco mais à frente.

A definição de Vegetariano, basicamente significa “sem carne”. Os vegetarianos optam por eliminar toda a carne de sua dieta, geralmente por razões éticas, mas sentem-se confortáveis ​​em manter subprodutos animais como o leite ou os ovos.

Algumas variações desta dieta incluem os Lacto-Vegetarianos, que adicionam os laticínios e os Ovo-Vegetarianos que adicionam os ovos, ou ainda os Pescetarianos que adicionam o peixe à sua base vegetariana.

 

Guia Do Vegetarianismo Para Iniciantes

Para nós, menos é mais e não, não construirmos um manual interminável, que às primeiras páginas vai desistir de ler e logo, vai desistir de tentar esta dieta.

Deixamos-lhe isso sim, algumas digas top para aderir a este estilo de vida que o vão prender desde a primeira hora.

Não existe uma regra clara para quem se iniciou agora na Dieta Vegetariana. Mais importante do que a forma como irá excluir tudo o que é de origem animal, é entender a importância de substituir os seus benefícios na sua alimentação. Senão, veja só como deverá fazer, agora que é um potencial Vegetariano:

– Defina um objetivo – Toda e qualquer mudança, requer a existência de um propósito. Porque vou eu mudar de emprego? Porque decido mudar de cidade? Porque compro um carro novo? As respostas passam sempre por decisões que temos de tomar e que são relevantes para a nossa vida. Se decidir mudar de estilo de vida e de regime alimentar e se optar por ser Vegetariano, deverá ser movido por um propósito. Isso ajudá-lo-á a manter-se focado. Quer seja pela sua saúde, pela defesa dos animais ou pela proteção do meio ambiente, tudo são motivos suficientes para mudar e, neste caso, para melhor. Recorde-se que ainda existe quem adota este estilo de vida por questões religiosas. Há que respeitar todos os propósitos porque essa também é parte de se ser Vegetariano – aceitação e respeito pelo ambiente, pelos animais e pelos seres humanos;

– Não seja extremista – Como todos as dietas, a Dieta Vegetariana requer adaptação. Não deverá, de um dia para o outro, ingerir apenas vegetais, frutas e leguminosas, cortando radicalmente a proteína animal. Para quem é iniciante, a nossa sugestão é a de incluir na sua alimentação, mais verduras e frutas e assim, será evidentemente mais fácil a adaptação; 

– Arrisque na cozinha – A Clevermeals aqui pode ser a sua melhor amiga, porque no nosso site, reunimos uma vasta panóplia de receitas que certamente serão do seu agrado e, abaixo, deixaremos mesmo algumas propostas. Busque inspiração e meta mãos à obra na sua cozinha. É bom experimentar, provar e saborear a vida. Essencialmente, seja criativo e junte muita cor aos seus pratos. Queremos ver mais leguminosas, mais vegetais, tudo combinado num boost energético. Por si, pela sua saúde;

– Tenha apoio especializado – Ao embarcar nesta aventura, o melhor mesmo é não dispensar o acompanhamento por parte de um profissional, nomeadamente um nutricionista, que trace um plano alimentar feito à sua medida. Assim, tudo se tornará mais fácil;

– Não faça da proteína animal um “bicho papão” – Muitos são os Vegetarianos que dizem ter começado este processo através do movimento “Segunda Sem Carne”, em que há um dia na semana em que tudo o que se ingere faz parte do cardápio Vegetariano. A partir daqui, estes entusiastas foram adicionando mais dias vegetarianos à sua vida e o facto é que esta dica trouxe vantagem e continuidade. Não corte de vez com a carne ou com o peixe. Respeite, isso sim, o seu tempo, porque o que mais importa é ter uma alimentação variada e acompanhamento para continuar rumo ao seu objetivo. 

– Sem medos – Todas as mudanças são geradoras de alguma ansiedade. Mas dar uma oportunidade ao que é novo, pode ser tão saboroso e, neste caso, esse sabor é mesmo literal. E para quê ter medo se, ainda para mais, tem ajuda especializada e o que aí vem é melhor para si, para o ambiente e para a vida animal? Não tenha dúvidas e avance com confiança no futuro. 

 

O Que Não Posso Comer?

Se quiser mesmo levar este regime alimentar por diante, sem o consumo de quaisquer produtos que tenham origem animal, não poderá comer nem peixe, nem carne, nem tampouco leites, ovos ou lacticínios.

O Vegetariano puro deverá ler os rótulos de tudo o que deseja comprar, tendo essa preocupação sempre em mente.

Porque se trata dessa proteção animal e do respeito para com as espécies e esse, pode muito bem ser um dos propósitos pelos quais decidiu enveredar pelo Vegetarianismo. 

 

Quantos Tipos De Vegetarianos Existem?

Os Vegetarianos, entre si, podem apresentar diferenças e caraterísticas também elas particulares. Desta forma, venha conhecer os diferentes tipos de vegetarianismo. Assim:

Lacto-vegetarianismo – Excluem da sua alimentação todos os tipos de carne, peixe, aves e derivados, bem como ovos.

Ainda assim, os únicos alimentos de origem animal que ingerem são os lacticínios, nomeadamente leite, queijos e iogurtes.

Podem sofrer carências nutricionais, como a falta de ferro, priorizando-se o consumo de alimentos que tenham vitamina C na sua composição, como o tomate, acerola, kiwi, limão ou laranja, junto com os vegetais e legumes ricos em ferro, como agrião.

Aqui a Vitamina C irá potenciar a absorção do mineral ferro;

Ovolacto-vegetarianismo – Uma vez mais, um Vegetariano desta estirpe rejeita da sua alimentação carnes, peixes, aves e derivados.

No entanto, ovos e lacticínios continuam a fazer parte das opções permitidas, ampliando assim as possibilidades de variedade de escolhas.

Uma vez mais, por ausência de proteína animal na alimentação, poderão ocorrer faltas nutricionais no que ao ferro diz respeito, havendo necessidade de ingerir alimentos ricos em vitamina C, que ajudam a fixar o ferro, bem como os alimentos já referenciados como legumes verdes, quer sejam espinafres ou mesmo a beterraba;

Ovo-vegetarianismo – Mais uma variante, também ela interessante. Repete-se a rejeição de tudo o que tem origem animal, sobrando apenas o ovo, única fonte de proteína desse tipo.

Não entram derivados, nem quaisquer tipos de lacticínios. É importante que o Ovo-Vegetariano atente nos valores do cálcio, fazendo a necessária suplementação, se assim se justificar, bem como priorizando a ingestão de alimentos ligeiramente enriquecidos ou com níveis elevados desse mineral, como sejam os leites vegetais ou alimentos como as leguminosas;

Pisco-Vegetariana – Permitem apenas um tipo de proteína animal – neste tipo de vegetarianismo, consome-se peixe;

Vegetarianismo estrito ou puro – Nesta categoria, não se consome nenhum tipo de alimento que tenha origem animal, como carne, peixes, leite, derivados, aves ou mesmo mel.

É o Vegetarianismo puro na sua essência e continua a cativar milhões de pessoas pelo mundo.  

Afloraremos, nos próximos subtemas, qualquer que seja o tipo de vegetarianismo que adote, o que deverá fazer para evitar carências nutricionais.    

 

Vantagens E Desvantagens Da Dieta Vegetariana

Comecemos pelo que é bom e pelas boas noticias. São inúmeras as vantagens em levarmos uma dieta baseada no consumo de alimentos de origem vegetal. Estudos comprovam essas mesmas evidências.

Por agora e para ficar fã da Dieta Vegetariana, iremos enumerar as vantagens de quem segue um regime vegetariano, não só as implicações positivas na sua saúde, como as vantagens para a vida animal e para o ambiente. Vamos a isto?

  • Risco bastante reduzido de contrair diabetes e alguns tipos de cancro – estudos recentes relacionados com esta problemática, comprovam que adotar uma Alimentação Vegetariana rica e saudável, essencialmente à base de legumes, leguminosas, oleaginosas e frutas, bem como cereais, ajuda a reduzir, não só a sintomatologia associada à diabetes, como pode muito bem ser a dieta alimentar que melhor “casa” com esta patologia. Cientificamente, foi também comprovada a redução do risco de cancro e a sua relação estreita com o Vegetarianismo. Segundo esses mesmos estudos, a adoção da Dieta Vegetariana é uma estratégia inteligente e eficaz na prevenção da doença, bem como na prevenção da reincidência, especialmente nos cancros de mama, colorretal ou próstata, sendo estes os mais frequentes na nossa população. Essencialmente, e dada a Alimentação Vegetariana possuir uma ação antioxidante comprovada, tudo o que sejam doenças crónicas tendem a não surgir, potenciando assim a qualidade de vida de quem é Vegetariano;

 

  • O seu coração agradece-lhe – uma vez que os níveis de colesterol ficam controlados, pela ausência de ingestão de gorduras saturadas e de carnes e peixes gordos, o que acontece é que o risco de acidentes vasculares é diminuto, bem como de outras doenças arteriais que ainda constituem a principal causa de morte em Portugal e no mundo;

 

  • Corpo de sonho em 3, 2, 1… – De acordo com o último relatório Health at a Glance da OCDE, cerca de 68% da população portuguesa acima dos 15 anos de idade, demonstra estar acima do peso ideal ou é mesmo obesa. A obesidade, a nível global, é preocupante, fruto dos tempos que vivemos e de darmos preferência, não raras vezes, a fast food e atinge valores de mortalidade superiores à subnutrição. Ainda assim, terá na Dieta Vegetariana a ajuda de que necessita para ficar em forma e com aquele corpo invejável para desfilar um bikini ou uma roupa de festa. Obviamente que tudo dependerá de si e deverá aliar a Dieta Vegetariana a uma boa dose de desporto. Está, ainda assim comprovado, que a Dieta Vegetariana poderá reduzir em até 43% o risco de desenvolver obesidade. O equilíbrio de uma boa refeição Vegetariana faz mesmo milagres! 

 

  • Salvar os animais é uma escolha – Acima estão descritos tantos quantos são os benefícios que iremos ter logo que digamos sim à Alimentação Vegetariana. Mas este estilo de vida vai muito além do nosso eu. As nossas escolhas, apesar de pensarmos que constituem uma “autêntica gota de água no oceano”, importam e podem fazer a diferença. Sabendo que existem formas alternativas de alimentação, está nas nossas mãos continuarmos a consumir carne ou peixe, estando assim a apoiar o sofrimento de espécies sencientes. Sim, não é por deixarmos de consumir alimentos de origem animal que o mundo vai mudar, mas todos temos uma quota parte neste processo. Quanto menor for a procura por carne, peixe ou derivados por parte dos consumidores finais, menor será a produção necessária, menor a exploração das espécies e a criação massiva e, por consequência, o número de animais que são mortos para a alimentação humana também será inferior.

 

  • A tua pegada ecológica reduzirá a favor de um planeta melhor – Já entendemos que ao mudarmos os nossos hábitos alimentares, bem como sabermos exatamente aquilo que comemos e produzimos, os impactos ambientais serão menores.

 

  • Ao optarmos por escolhas mais saudáveis e eco-sustentáveis, vamos travar os desequilíbrios ecológicos que colocam em causa o futuro das gerações vindouras.  E todos concordamos em deixar um mundo melhor para os nossos filhos e netos. A título de curiosidade, para que a criação animal corresponda às atuais necessidades de consumo humano, são cortadas florestas ancestrais que contribuem de uma maneira ímpar para a absorção dos gases de efeito de estufa. O que se assiste na Amazónia é disso exemplo e deve-se à criação abusiva de gado para consumo humano. A determinada altura, assistimos à devastação das florestas, ao esgotamento dos solos, ao massacre de animais e tudo se deve ao comportamento humano. Se agirmos de maneira consciente, podemos ser a diferença. 

 

Como Posso Fazer Um Prato Vegetariano Que Ompressione? 

Vamos por partes. Precisa de quatro passos essenciais para brilhar na hora de servir as suas refeições da nova dieta agora adotada.

Não salte nenhum e será o mestre de culinária lá de casa. 

  1. Preencha metade do seu prato com verduras e legumes, sejam crus ou cozidos;
  2. Agora, coloque 1/4 do prato com cereais (aposte em hipóteses como o arroz, milho, trigo, cevada, entre outros);
  3. Mais o 1/4 restante para as leguminosas que tiver à disposição (feijões, ervilhas ou grão de bico). Pode ainda ir para o tofu, uma alternativa bastante apreciada pelos Vegetarianos;
  4. Sobremesa: coloque uma fruta. Poderá experimentar um fruto cítrico, que ajuda na absorção do ferro e cuidará dos seus valores nutricionais.
  5. Apresente agora o prato aos amigos ou familiares e ateste que a Dieta Vegetariana é rica em sabor e bastante colorida. Partilhe estes momentos e deixe-se envolver pela filosofia Vegetariana. 

 

A Alimentação Vegetariana

Quem segue uma alimentação vegetariana não consome nenhum tipo de carne, mas desengane-se se pensa que a alimentação vegetariana é muito restritiva ou que engloba poucos pratos saborosos, na verdade, as opções são imensas e muito variadas.

É muito fácil conciliar a alimentação e a boa saúde e ser vegetariano.

De seguida, veja alguma dicas para uma alimentação vegetariana mais saudável e equilibrada.

 

Adicione muitos alimentos integrais

Uma das melhores maneiras de fazer a transição para uma dieta vegetariana é simplesmente aumentar a sua ingestão de alimentos integrais.

Uma boa dica é variar as cores do seu prato!  Adicione vegetais sazonais, frutas, grãos, legumes, nozes e sementes – todos os que possam ser facilmente encontrados nos mercados, supermercados e lojas a granel.

Colorido, saudável, repleto de fibras, minerais e vitaminas.

 

Existem muitas alternativas de carne e laticínios: use-as para facilitar sua transição

Se está com vontade de comer carne, não se preocupe! Ser vegetariano hoje em dia, não é assim tão complicado!

Existem muitas opções quando se trata de alternativas à base de plantas.

Relativamente aos lacticínios, há leite vegetal, mozzarella à base de óleo de coco, cheddar de soja e brie de caju artesanal.

Hambúrgueres de “carne” e tiras de “frango” feitos com proteína à base de plantas, como vê, parece haver um substituto para quase tudo!

A maioria destes produtos pode ser encontrada em qualquer supermercado, geralmente na seção de congelados.

 

Não economize em proteínas ou gorduras

Às vezes, pode ser difícil obter proteína e gordura suficientes numa dieta vegetariana, que são macronutrientes cruciais para a nossa saúde e bem-estar geral.

Uma boa regra é incorporar pelo menos uma porção de gordura vegetal saudável em cada refeição, juntamente com pelo menos uma porção de proteína.

Por exemplo, a sua salada não deve ter apenas muitos vegetais, mas um punhado de nozes ou sementes de abóbora polvilhadas e uma proteína saudável como tofu ou tempeh.

 

Vegetariano

O vegetarianismo tem sido praticado por muitos indivíduos, povos e grupos ao longo dos séculos, e em muitas partes do mundo.

A palavra “vegetariano” começou a ser utilizada na Inglaterra em meados do século XIX, referindo-se a uma alimentação derivada exclusivamente de vegetais

O termo “dieta vegetariana” ou vegetariano é geralmente atribuído a hábitos alimentares que utilizam principalmente produtos de origem vegetal. Se for bem planeada e equilibrada, a dieta vegetariana pode ser benéfica para a saúde.

  • A dieta vegetariana inclui alimentos com poucas calorias, ricos em fibra e pouca gordura saturada e colesterol.
  • O consumo elevado ou exclusivo de produtos de origem vegetal está associado à menor probabilidade de prevalência de doenças crónicas, como doenças cardiovasculares, certos tipos de cancro, diabetes e obesidade.

 

Alimentação E Boa Saúde

Nos dias de hoje, os consumidores preocupam-se cada vez mais com os seus hábitos alimentares, optando por uma alimentação saudável e escolhas mais conscientes.

Desde as restrições alimentares à causa animal, são diversos os motivos que levam alguém a tornar-se vegetariano, mas uma característica que é comum à maioria dos adeptos deste estilo de vida é a alimentação saudável.

Livre de carne não significa livre de sabor e de prazer e há quem que aposte numa alimentação com mais vegetais na perspectiva de um planeta mais sustentável.

Uma dieta vegetariana é bastante rica em micronutrientes, como fibras, vitaminas e sais minerais, promovendo a saúde cardiovascular, a redução do peso e reduzindo problemas como a obesidade, os diabetes e os problemas digestivos.

No entanto, como acontece com qualquer tribo alimentar, restritivo ou não, o importante é priorizar uma alimentação saudável e equilibrada.

Mesmo que o seu objetivo não seja adotar uma dieta totalmente vegetariana, relembramos que a ingestão de alimentos de origem vegetal é fundamental para a saúde, pois é através deles que adquirimos nutrientes essenciais ao bom funcionamento do organismo.

A melhor maneira de introduzir vegetais, verduras e legumes na alimentação, tanto para quem come carne ou para quem está realmente interessado em torna-se vegetariano, é experimentando.

A criatividade é uma grande aliada na cozinha e permitir conhecer novos sabores, combinando diferentes ingredientes e apostando em temperos.

 

Que Substituições Deve Fazer Para Nada Faltar Na Dieta Vegetariana?

Proteína animal, ferro, cálcio, zinco e vitamina B12 estão totalmente ausentes do reino vegetal aqui apresentado.

Desta forma, terão de ser encontradas formas para substituir o que se encontra em falta e para, essencialmente, não surgirem problemas de saúde relacionados com estas carências. 

No caso das proteínas, deverá ser aposta o consumo de proteínas vegetais presentes nas leguminosas. 

Quanto ao ferro, invista no consumo de folhas verdes, como couves ou espinafres, beterrabas e feijão preto ou lentilhas, leguminosas ricas em ferro.

Como também já foi referido, deverá aumentar o consumo de vitamina C que auxilia no processo de absorção do ferro. Nectarinas, tangerinas ou laranjas são bem-vindas à Dieta Vegetariana. 

Se queremos reforçar as doses de cálcio devemos apostar no consumo de bebidas enriquecidas com este mineral, como sejam as bebidas vegetais, ao mesmo tempo que comemos tofu, amêndoas ou gergelim. 

A falta da vitamina B12 atrasa o crescimento, causa perturbações na memória e prejudica a concentração.

Desta forma, é importante a devida suplementação para evitar o surgimento de quaisquer destas alterações no funcionamento do organismo. 

Por último, o zinco é imprescindível para o sistema imunológico e deverá comer cereais, oleaginosas ou feijões que lhe reforçarão as doses deste mineral.

Para que sejam bem absorvidos pelo organismo, deverá deixar os grãos de molho entre 8 a 12 horas (assim, dá-se a redução do ácido fítico presente nestas leguminosas que atrapalha a absorção do zinco). 

Feitas as contas, existem diversas formas de colmatar as faltas das vitaminas e sais minerais ausentes da alimentação vegetal e ao manter este tipo de regime será bem mais saudável e estará mais protegido quanto ao surgimento de diversas doenças, vendo assim reforçado o seu sistema no seu todo 

 

Restaurantes Vegetarianos 

Não são só para quem já aderiu à Dieta Vegetariana. São para quem gosta de variar e para quem já experimentou e ficou aficionado da Comida Vegetariana.

E não pense que ao visitar os locais que lhe propomos que vai ser um autêntico suplício, pelo contrário.

Não irá encontrar pratos deslavados ou sem sabor. O melhor mesmo é marcar mesa e experimentar. Vai ver que não se desiludirá!

 

Green Affair

Não é à toa que recomendamos este restaurante, com três espaços presentes em Lisboa (Saldanha, Chiado ou Parque das Nações), dado ser 100% vegetal.

Com pratos de encher o olho e ainda mais o nosso gosto, vai descobrir o melhor da cozinha de todas as partes do mundo, reinventado e sem qualquer recurso à proteína animal.

O Green Affair assume-se com um restaurante 100% vegetal, situado no Saldanha onde nada é de origem animal e a ideia é apresentar pratos inteligentes e com um empratamento apelativo.

A cozinha está a cargo da dupla de chefes Marco Farias e Bruno Martine e o espaço é bastante confortável com um ambiente familiar onde o atendimento é simpático e descontraído.

Perfeito para quem é vegetariano ou vegan e para quem não é, ou seja, para quem gosta simplesmente de estar à mesa e comer bem.

A maioria das refeições são preparadas com ingredientes de produção local e biológica. Se está há procura de um restaurante com alternativas saudáveis e saborosas o Green Affair é o local!

A não perder: O brunch é qualquer coisa de apetitoso, mas como especialidades recomendamos adaptações da cozinha portuguesa, como seja o Tofu à Lagareiro. Há ainda uma Super Bowl, com cevada integral, tofu em molho thai, legumes assados e salada que o vai deixar com água na boca.   

Contatos: Avenida Duque d’Ávila, 32A (Saldanha), Lisboa / 213 540 809

 

O Botanista

Também pelas ruas de Lisboa, encontrará opções de pequeno-almoço, lanche e almoço, sem nada de origem animal.

A decoração deste restaurante, fruto da ideia de Catarina Gonçalves e André Baptista, proprietários e autores do conceito, vai conquistá-lo e o que dizer dos pratos maioritariamente feitos com o saber mediterrânico que lhe chegarão à mesa? Absolutamente uma delícia! 

A não perder: Ficámos rendidos às bowls, às bruschettas e, para acompanhar com um brinde final, não faltam os cocktails, sangrias botânicas e vinhos biológicos.

Contatos: Rua Dom Luís I, 19 – 1200-066,Lisboa / 936217616

 

Os Tibetanos

O aroma sente-se à passagem à porta e ainda da rua, o que nos convida a entrar e a procurar as especialidades aqui confeccionadas.

A decoração rapidamente nos transporta para o Oriente, sendo um lugar onde automaticamente os nossos sentidos são despertos. 

A não perder: Bife de Tofu com queijo de cabra, Papadoms Indianos ou Momos Nepaleses, que são, nada mais, nada menos que pastéis com recheio de queijo e espinafres. Imperdíveis! 

Contatos: Rua do Salitre, 117 – 1250-198 Lisboa / 213 142 038

 

Receitas Vegetarianas 

Mais do que inspiração, que as coloque em prática. Aceite as nossas sugestões e disfrute destas refeições cheias de sabor, nutrição e ideais para experimentar em família.

Veja as nossas sugestões de receitas vegetarianas simples para o dia a dia e inspire-se com refeições saborosas e nutritivas, ideais para quem não quer perder tempo na cozinha.

As propostas de hoje além de práticas e muito diferentes entre si, estão cheias de nutrientes saudáveis e de muito sabor.

 

Mini Folhados Vegetarianos 

Mini Folhados Vegetarianos

Estes Mini Folhados Vegetarianos são crocantes por fora com um saboroso recheio vegetariano por dentro.

Experimente-os com recheios diferentes, como milho doce, beterraba ou feijão. Quanto maior a combinação de vegetais, melhor o sabor.

Prometemos que é um lanche ou petisco perfeito para as próximas festas ou noites de jogos.

 

Brownies Vegetarianos de Chocolate

Brownies Vegetarianos

Experimente esta receita viciante de Brownies Vegetarianos de Chocolate, os seus filhos vão adorar!

São incrivelmente saudáveis e excelentes para uma sobremesa especial para um dia de festa.

Pode servir este brownie quente com uma colher de gelado de baunilha que fica uma verdadeira perdição!

 

Caçarola de Cogumelos e Lentilhas

Caçarola de Cogumelos Vegetariana

Um jantar vegetariano impressionante e super fácil de preparar. Esta Caçarola de Cogumelos e Lentilhas é coberta com crosta de queijo, tahine e servido com uma salada de cebola roxa.

Para quem gosta de refeições aconchegantes esta caçarola é a sugestão certa. Um jantar cheio de proteínas e feito em tempo recorde!

 

Hambúrguer Vegetariano de Cogumelos

Hambúrguer Vegetariano

Vai adorar esta receita de Hambúrguer Vegetariano de Cogumelos! São hambúrgueres grelhados, picantes e saborosos, com uma textura saudável de nozes e cogumelos.

Crocantes por fora, suculentos por dentro, acompanhe com batata frita doce e delicie-se com este jantar rápido.

 

Caril Vegetariano com Tofu

Caril Vegetariana

Este rápido Caril Vegetariano com Tofu é uma ótima maneira de usar beringela e abóbora que possa ter a mais no seu frigorífico.

Para acompanhar sugerimos arroz basmati ou arroz integral. Simplesmente divinal, experimente!

Como vê, as nossas sugestões de receitas vegetarianas, são inspiração para refeições saborosas e nutritivas, ideais para toda a família.

 

Resumindo…  

Não há dúvida que a Dieta Vegetariana é uma das melhores maneiras de aliar saúde, à redução da pegada ecológica e à proteção ambiental e preocupação com o futuro do globo terrestre, quando comparadas com outras dietas que incluam carne ou peixe nas suas refeições.

Inspire-se nas nossas sugestões e use e abuse dos melhores conteúdos saudáveis e das ferramentas que a Clevermeals tem ao seu dispor.

 

⚡  Quer saber mais sobre esta tribo alimentar? Leia o nosso artigo Receitas Vegetarianas.

⚡Aproveite o Verão para emagrecer saudavelmente veja o nosso artigo Receitas Saudáveis no Micro-ondas.

Se quiser saber mais sobre restaurantes ao domicilio, leia o nosso artigo Guia De Restaurantes Em Lisboa E Porto.

 

💡 Dica  

As ferramentas digitais Clevermeals – Livro De Receitas DigitalPlano Semanal Automático e a Lista de Compras Inteligente foram desenhadas para organizar a sua alimentação de forma inteligente e sustentável. 

Registe-se e junte-se aos milhares de utilizadores Clevermeals que já poupam tempo e reduzem o desperdício. Vai ver que a sua carteira e o ambiente agradecem!

Funcionalidades Clevermeals Vegetariana

 

 

Tags: Dicas Natal Fit | Plant Power Day

Artigos relacionados

Receitas Saudáveis

Receitas Saudáveis

Todos precisamos de inspiração para uma alimentação saudável, por...

Receitas Vegan

Receitas Vegan

Receitas Vegan saudáveis e rápidas para o dia a dia. Planeie e prepare Receitas Vegan e tenha uma alimentação equilibrada.